terça-feira, 28 de dezembro de 2010

URANO
   URRANO... DE DOR.
      

A cena acima choca. Concordo. Trata-se de um filho, CRONOS, castrando um pai impiedoso: URANO. Pai altamente impiedoso, é preciso ressaltar isso. Vamos explicar este ato bárbaro.
   
Tudo começa com a inauguração do casamento na mitologia grega: URANO resolve desposar GAIA. Casam-se e formam o primeiro casal de fato da teogonia (origem dos deuses). Deveria ter final feliz. Afinal, naquela época, aguentava-se de tudo em nome do matrimônio. Uma ova. Na mitologia não. Nada. GAIA não somente não aguentou, como também tramou.
   
URANO queria dominar o mundo sozinho. Nem filho ele permitia, para não abalar a soberania do seu reinado. Então, à medida que Gaia foi engravidando, URANO foi empurrando os bebês para dentro dela própria. Ou seja, no momento de dar à luz, GAIA dava à escuridão. O filho era aprisionado na cova da Terra (Gaia). Estes filhos eram os TITÃS. Desse modo estúpido, então, os meninos foram amontoando-se dentro de Gaia e ela pesando, pesando... Até que um dia Gaia chama os meninos e abre o jogo. Diz que não aguenta mais ver os filhos nas trevas e pergunta se algum deles se candidata a dar um fim no “maligno ultraje” deste pai, brutalmente egoísta. CRONOS se oferece.
   
GAIA então executa o ardil: deixa CRONOS escondido em seu quarto, de tocaia, e em sua mão coloca uma foice encurvada. Com a chegada da noite, URANO dirige-se a GAIA para a entrega do amor: é nesse momento que Cronos alcança o braço do pai e decepa o seu órgão. Imagina a dor dessa criatura sendo castrada? URRR.....

URANO e GAIA. Casal bastante selvagem. Lembrou de quem? Ponto pra quem pensou em Nardones... Gaia, com toda a sua fúria, pelo menos não matou nenhum filho do marido. Anna Jatobá sim.





6 comentários:

  1. UUUUUUUUUUUUUURRRRRRRRRRRRRRRRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA... É mais ou menos assim? [P-D] Belo post, Sarinha. Se um post de castração sai assim, quero MUITO ver um post falando da formação da Via Láctea P-D.

    Chamegos do Kraken!

    ResponderExcluir
  2. seus artigos sao otimos, parabéns

    ResponderExcluir
  3. Comparação simplesmente Digna *-* Apesar de eu adorar a Gaia *-*

    ResponderExcluir
  4. Ótimo texto. Quem sabe tais atos de barbaridade (que ainda hoje acontecem) se tornem algo que se aproveite ao menos na história. O Azar nos nardoni e que felizmente eles estão nas leis do homem, e não serão só simplesmente castrados.

    ResponderExcluir
  5. Texto muito bom, só ressaltando que o braço não é um órgão, e sim um membro :)

    ResponderExcluir
  6. Adoro Mitologia... Sou realmente uma fã e leitora assídua do assunto...
    Os deuses e deusas mitológicos me inspiram... e me encantam com suas paixões e lendas...
    Vc escreve muito bem, querida... além de abordar um tema maravilhoso
    Parabéns...Sucesso sempre...
    beijos
    http://www.danisgorlon.com

    ResponderExcluir